Colômbia anuncia fim da epidemia de zika

Aline Leal - Repórter da Agência Brasil

O Ministério da Saúde da Colômbia anunciou que vem percebendo redução semanal de cerca de 600 casos de zika no país. Para o governo colombiano, a queda nos números significa o fim da epidemia da doença no país.

No entanto, o governo esclarece que isso não significa que a Colômbia está totalmente livre do vírus, mas que houve uma queda considerável do número de casos.O Ministério da Saúde da Colômbia reitera a necessidade de medidas de prevenção, especialmente em mulheres grávidas.

Os primeiros registros de pessoas infectadas pelo vírus no país foram feitos em setembro do ano passado, cinco meses depois do Brasil. Desde lá, foram relatados quase 100 mil casos da doença.

Do total de infectados, 17.730 são gestantes, o que preocupa o governo, já que as crianças podem nascer com síndrome congênita do zika. Em enrevista coletiva nesta segunda-feira (25), o vice-ministro da Saúde, Fernando Ruiz Gómez, disse que, entre os meses de setembro e outubro, o país deve perceber o aumento dos casos de microcefalia relacionada a infecções durante o pico do vírus no país.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos