PSDB oficializa candidatura João Leite à Prefeitura de Belo Horizonte

Leo Rodrigues - Correspondente da Agência Brasil

Em convenção realizada na tarde de hoje (28), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o PSDB oficializou a candidatura do deputado estadual João Leite, ex-goleiro do Atlético-MG e da seleção brasileira, à prefeitura de Belo Horizonte.

 

Cerca de 120 delegados participaram da escolha de João Leite, que está em seu sexto mandato consecutivo de deputado estadual. Ele disputará a prefeitura da capital mineira pela terceira vez: em 2004 e 2008, terminou o pleito na segunda posição. O candidato colocou a segurança pública e a saúde como suas prioridades.

 

"Eu lembro que quando fui candidato a prefeito pela primeira vez, os principais problemas da cidade eram saúde e segurança. Quatro anos depois, fui candidato de novo, e as pesquisas mostravam que as principais preocupações da população eram saúde e segurança. Passados [quase]16 anos, sou candidato mais uma vez, e os problemas são os mesmos. Prefeito entra, prefeito sai, e a situação não muda. Com bom senso e responsabilidade, vou propor políticas públicas ajustadas e realistas", disse João Leite.

 

O candidato chegou à convenção acompanhado dos senadores do PSDB Aécio Neves e Antônio Anastasia. Presidente nacional da legenda, Aécio chamou atenção para características dessas próximas eleições: "É justo que tenhamos um número grande de candidatos num momento em que o quadro partidário é tão plural como o de hoje. Espero que possamos ter uma campanha de alto nível onde os problemas da cidade sejam de fato debatidos. E João Leite será a voz do PSDB, a minha voz, e estaremos prontos para apoiá-lo nessa eleição que será diferente. Não haverá financiamento privado. Então o esforço de cada um, nas ruas, nas redes sociais, será absolutamente fundamental".

 

Além de João Leite, já foram oficializados nas convenções de seus partidos Maria da Consolação (PSOL) e Paulo Lamac (Rede). Outros 11 partidos possuem pré-candidaturas e irão se decidir até o dia 5 de agosto. João Leite ainda busca ampliar o apoio ao seu nome, mas já conta com a adesão do PTB e do PP. A coligação, porém, ocorrerá apenas para as eleições majoritárias, já que as duas legendas terão chapas próprias de vereadores.

 

Quem também realizou sua convenção hoje na ALMG foi o DEM, que provavelmente será mais um reforço à candidatura de João Leite. No entanto, a decisão final só deverá ocorrer no dia 5 de agosto. Por ora, foi aprovada apenas a chapa de vereadores do partido.

 

"Ficou delegada ao diretório municipal a decisão de com quem vamos nos coligar para a disputa da prefeitura. Se não houver entendimento entre o PSDB e o PSB e nós tivermos que fazer uma opção, o caminho do DEM é manter a aliança histórica com o PSDB", disse Eduardo Bernis, presidente municipal do DEM.

 

Rompimento

 

Este ano, PSDB e o PSB romperão uma aliança de oito anos na prefeitura da capital mineira. Nas eleições de 2008, o lançamento da candidatura de Márcio Lacerda (PSB) se deu após um acordo entre Fernando Pimentel (PT) e Aécio Neves (PSDB), respectivamente prefeito de Belo Horizonte e governador de Minas Gerais naquele ano. Quatro anos depois, o PT manifestou sua insatisfação com os rumos da administração municipal e deixou a aliança para lançar o nome Patrus Ananias na disputa pela prefeitura. Porém, ele foi derrotado e Márcio Lacerda foi reeleito em 2016.

 

Com o aval do atual prefeito, o PSB já sinalizou que não concorda com a candidatura do PSDB e apresentará o nome do empresário Paulo Brant para disputar o pleito. A convenção ocorrerá no próximo domingo (31). Até lá, o partido tenta costurar alianças.

 

O PPS está sendo disputado por ambas as legendas. A ex-deputada estadual Luzia Ferreira lidera o grupo que quer indicar o vice de Paulo Brant.  O vereador e presidente municipal do PPS, Ronaldo Gontijo, esteve presente à convenção do PSDB e defende que seu partido engrosse a chapa. Ele é cotado para ser vice de João Leite. "Eu não estou contra o PSB. A posição do PPS era, prioritariamente, que houvesse uma união. Lutamos muito para isso. Não aconteceu e agora nós temos que decidir", disse Gontijo. O PPS fará sua convenção no próximo domingo (31).

 


 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos