Operação Matreiro investiga fraudes em licitações em Rondônia

Da Agência Brasil

Órgãos federais de Mato Grosso, Rondônia e São Paulo estão sendo investigados pela Polícia Federal, pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle e o Ministério Público Federal. A Operação Matreiro apura a prática de fraudes em licitações, com a utilização de documentos falsos. Estão sendo cumpridos hoje (31) sete mandados de busca e apreensão e sete de condução coercitiva em Porto Velho (RO).

As investigações começaram com fiscalizações do Ministério da Transparência. Elas apontaram irregularidades em documentos apresentados por empresa, durante licitações para a contratação de mão de obra especializada para o Instituto Federal de Mato Grosso e Rondônia e para o Departamento Penitenciário Nacional de Rondônia.

A empresa investigada tem atuado em licitações do governo federal desde abril de 2015 e está sendo analisada desde a Operação Kamikaze, ocorrida em duas fases. Foram analisadas demonstrações contábeis, atestados de capacidade técnica, carimbos de reconhecimento de firma e guias de recolhimento do FGTS, além de informações da Previdência Social, todos com indícios de falsificação.

Foram identificadas ainda irregularidades como a não apresentação de notas fiscais, não compatibilidade do reconhecimento de firma dos documentos e incongruência de atestados na contratação de funcionários, entre outras.

Participam da operação quatro auditores do Ministério da Transparência e policiais federais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos