Blocos, festas e escolas de samba deixam 164 toneladas de lixo nas ruas do Rio

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Os garis da Companhia de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (Comlurb) recolheram 164 toneladas de lixo nos trajetos dos blocos carnavalescos, nos bailes de rua e nos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí ontem (25), primeiro dia do carnaval carioca. De acordo com a prefeitura, a maior parte dessa montanha de resíduos (75 toneladas) foi recolhida após a passagem dos blocos.

Apenas no Cordão do Bola Preta, por exemplo, que desfilou no centro da cidade, com um público estimado em 1 milhão de pessoas, foram recolhidas 29 toneladas de lixo. No bloco das Favoritas, que também reuniu milhares de pessoas, foram 15 toneladas.

Durante o desfile das escolas de samba da Série A, a segunda divisão do carnaval carioca, no Sambódromo, foram recolhidas 41 toneladas, enquanto que as festas e bailes de rua geraram 42 toneladas de resíduo sólido, principalmente na zona oeste.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos