Preso suspeito de estupro na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Akemi Nitahara

Da Agência Brasil

  • Reprodução/Facebook

    15.mai.2017 - Cartazes de estudantes da UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro) feitos em protesto contra a violência sexual no campus da instituição

    15.mai.2017 - Cartazes de estudantes da UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro) feitos em protesto contra a violência sexual no campus da instituição

Foi preso nesta segunda (15) em Seropédica um suspeito de estuprar uma estudante da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), dentro das dependências da universidade. O crime ocorreu no dia 11 e o suspeito foi reconhecido pela vítima.

A polícia solicitou a prisão temporária, que foi concedida hoje (16) pelo plantão judiciário. A juíza Yedda Christina Ching-san Filizzola Assunção determinou que o suspeito fique detido por 30 dias. Na decisão, a magistrada ressaltou que a prisão temporária "é imprescindível para o sucesso da elucidação do inquérito policial, já que permitirá o prosseguimento das investigações sobre crimes de estupros no mesmo local".

Ontem, as estudantes da UFRRJ organizaram o ato Chega de Silêncio, para protestar contra a violência sexual recorrente no campus de Seropédica. Em apenas uma semana, houve o registro de dois estupros e duas tentativas de estupro.

Para amanhã, está marcado outro ato, desta vez para lembrar um ano da criação do movimento Me Avise Quando Chegar, iniciativa que mobiliza mulheres da UFRRJ a "lutarem contra o machismo institucionalizado, a opressão e principalmente quebrando essa cultura de silêncio sobre a violência".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos