Criminosos atiram contra policiais na favela da Rocinha; ninguém ficou ferido

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Criminosos atiraram hoje (25) contra policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela da Rocinha, zona sul do Rio, pegando-os de surpresa enquanto patrulhavam a Rua 4 e a localidade do Valão. Apesar da emboscada, ninguém ficou ferido. O tiroteio assustou moradores e crianças que deixavam a escola e seguiam para casa.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, mesmo com o confronto, as aulas não foram interrompidas nas escolas públicas. A maioria delas funcionam em horário integral e as crianças passam o dia no colégio, só retornando para casa ao final do dia.

Ainda na Rocinha, militares do Batalhão de Ações com Cães apreenderam três tabletes de 1,5kg de maconha cada e 2.500 trouxinhas de maconha. Um homem foi preso na ação e encaminhado à delegacia da Rocinha, onde está sendo autuado.

Ontem (25) à noite uma menina de 12 anos foi baleada durante tentativa de assalto na mesma comunidade. Ela está internada no Hospital Miguel Couto, com um quadro de saúde estável, segundo boletim médico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos