PF e CGU investigam desvio de recursos federais em obras no Espírito Santo

Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e a Polícia Federal (PF) deflagraram nesta sexta-feia (22) a Operação Controle de Qualidade, com o objetivo de investigar um esquema criminoso envolvendo obras executadas pelo governo do Espírito Santo. De acordo com os investigadores, licitações feitas em 2012 e 2013 envolvendo verbas federais podem ter resultado em um prejuízo de R$ 6 milhões aos cofres públicos.

Em função do sigilo da operação, a CGU e a PF não informaram qual seria a obra ou a empresa suspeita. Os dois órgãos dizem apenas que as a investigação foi iniciada após denúncias sobre "a ocorrência de delitos praticados por responsáveis de uma determinada construtora (sócios ostensivos e ocultos), com a participação de servidores públicos, na execução de obras no estado".

A CGU informou, no entanto, que entre os investigados está a Quality Serviços e Construções, empresa que tem como atividade obras de alvenaria. Ela teria usado recursos federais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação para a construção de unidades e centros de educação. Parte dos recursos teria sido usada em obras de construção das denominadas Praças Saudáveis, com a ajuda do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

A operação contou com a participação de 44 policiais federais e nove servidores da CGU. Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em residências e em empresas de suspeitos de participação nas fraudes, bem como em órgãos públicos estaduais, nos municípios de Vitória (ES) e Vila Velha (ES).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos