Governo do DF consegue liberar cinco caminhões para abastecer frota

Em meio à crise de abastecimento, o governo do Distrito Federal (GDF) conseguiu hoje (24) a liberação de cinco caminhões de combustível para abastecer a frota do GDF. A liberação ocorreu após negociação com manifestantes que, em protesto, bloquearam o acesso à base da Petrobras no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e, desde o início da manhã, impediam a saída de caminhões-tanque para abastecer os postos de Brasília.

A assessoria do governo informou à Agência Brasil que o combustível vai servir para abastecer ambulâncias, veículos oficiais, viaturas dos bombeiros, Polícia Civil e do Serviço de Limpeza Urbana. O GDF negociou a liberação de dez caminhões, mas que os manifestantes só liberaram cinco.

A mobilização dos caminhoneiros, que completa quatro dias nesta quinta-feira, interdita cinco rodovias no Distrito Federal e Entorno.

Polícia Militar

Em nota, a Polícia Militar informou que, por ora, não há falta de combustível para abastecimento das viaturas nos postos conveniados. A polícia disse ainda que o policiamento continua sendo feito normalmente.

"No que tange à autonomia e ao consumo diário de combustível na Corporação, esclarecemos que não é possível passar essa previsão, pois ela é dependente de vários fatores, como a quantidade de ocorrências atendidas durante a semana, tipos e quantidades de operações realizadas pelos batalhões, extensão da área atendida por cada viatura, dentre outros fatores", informou a PM.

A polícia disse ainda que tem conhecimento sobre a falta de combustível em alguns pontos do DF e que está preparada para realizar o policiamento de forma estratégica. "Informamos que os postos que abastecem veículos de emergência estão sendo reabastecidos por caminhões-tanque escoltados pela PMDF, para que a segurança no Distrito Federal não seja prejudicada."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos