RJ: Saúde decide manter cirurgias eletivas na rede pública estadual

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro reavaliou a decisão de suspender as cirurgias eletivas (não emergenciais) nos cinco hospitais de urgência e emergência de sua rede e vai manter esse tipo de procedimento nos hospitais Alberto Torres, Carlos Chagas, Adão Pereira Nunes, Carlos Chagas, Azevedo Lima e Getúlio Vargas.

O motivo da suspensão seria o baixo estoque de sangue do Instituto de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio), o principal banco de hemoderivados do estado, devido à paralisação dos caminhoneiros. Na reavaliação, a secretaria esclarece ainda que todas as unidades da rede estadual de saúde continuam em funcionamento e que já existe um plano de contingenciamento previsto para ser colocado em prática em caso de necessidade.

A Secretaria de Saúde fez um apelo para que a população compareça à unidade para doar sangue. O Hemorio funciona todos os dias, inclusive nos fins de semana e feriados, das 7h às 18h, na rua Frei Caneca, 8, centro do Rio.

Doação

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens de 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais.

Não é necessário estar em jejum, mas apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos