PUBLICIDADE
Topo

Plenário do STF reverte decisão e absolve deputada Professora Dorinha

Divulgação
Imagem: Divulgação

30/08/2018 19h23

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu nesta quinta-feira (30) a deputada Professora Dorinha (DEM-TO), que, no ano passado, foi considerada pela Primeira Turma da Corte culpada por ter comprado livros didáticos sem licitação quando era secretária de Educação do Tocantins, em 2002 e 2004.

A Corte julgou um recurso protocolado pela defesa da parlamentar contra a decisão do colegiado. Na ocasião, a deputada foi condenada a 5 anos e 4 meses de detenção e pagamento de multa. Segundo a decisão, caberia à Câmara dos Deputados decidir se a parlamentar perderia o mandato.

Ao julgar o recurso nesta tarde, a maioria dos ministros entendeu que não houve dolo (intenção) da deputada em causar prejuízo aos cofres públicos, sendo Professora Dorinha absolvida por 8 votos a 3.

No julgamento, somente os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Marco Aurélio votaram pela manutenção da condenação. Professora Dorinha é candidata à reeleição para deputada federal por Tocantins.