PUBLICIDADE
Topo

Chilena foi esfaqueada em praça no Rio após gritar durante assalto

22/05/2015 16h58

Rio - A turista chilena Izidora Ribas Carmona, de 32 anos, esfaqueada no pescoço durante um assalto na Praça Paris, na Glória, zona sul do Rio, na manhã desta sexta-feira, 22, já recebeu alta. Com um curativo no lado esquerdo do pescoço, Izidora seguiu para a Delegacia de Atendimento ao Turista, no Leblon, zona sul, onde prestará depoimento.

 

Ao chegar, a chilena contou que foi abordada pelo assaltante quando tomava sol no jardim da praça, ouvindo música e usando um aparelho leitor de livros digitais com seu cachorro ao lado. Ela contou que gritou pedindo ajuda quando percebeu que ia ser assaltada e foi ameaçada. O assaltante disse que ela seria morta se voltasse a gritar. A turista pediu então ao homem que não fizesse movimentos bruscos, porque seu cachorro poderia atacá-lo. O criminoso, que teria de 20 a 25 anos, pegou então o equipamento e um pendrive. Quando ele se virou para ir embora, ela gritou novamente pedindo socorro e foi atacada com a faca.

 

O assaltante se afastou do local sem correr e deixou a praça por uma fenda na grade, levando os dois aparelhos. A mochila e a bicicleta da turista foram deixadas no local. Durante o assalto, um comercial era gravado em outro ponto da praça. Dois guardas municipais estavam perto do portão acompanhando a gravação e nada fizeram para impedir o crime.

 

A estudante de Letras da UFRJ Camila Athayde também estava na praça e ajudou a socorrer a chilena, que está no Brasil com visto de estudante. "Não vou desistir do Rio, vou continuar aqui", disse ela ao chegar à delegacia. A turista está hospedada há dois meses em um hostel no bairro da Lapa, no centro, que fica perto da Praça Paris.

Notícias