Centro de SP tem bloco com karaokê

São Paulo - O carnaval de rua de São Paulo, que bateu recordes de público e arrecadação, segundo a Prefeitura, continuou na Quarta-feira de Cinzas. Pelo menos dois blocos estavam marcados para o centro da cidade na quarta-feira, 10, mas o destaque foi o Blokokê, que com o apoio da tradicional bateria e um potente esquema de som abriu os microfones para quem quisesse cantar.

A maquiadora de cinema Amanda Mirage, de 31 anos, foi uma das organizadoras do bloco, que nasceu entre arquitetos, músicos, amigos e artistas. "Foi uma reunião de gente disponível. Ensaiamos dois meses e foi um resultado incrível", disse, com rosto pintado e ornamentada de folhas nas costas. A ideia é ter o microfone aberto, para fazer um carnaval público e aberto. Músicas populares que venham da boca do povo. Ter de tudo, brega e popular."

O bloco se concentrou na Ladeira da Memória, no centro, perto da Biblioteca Mário de Andrade. No repertório, Wando, Banda Eva e sertanejo. As fantasias variavam entre cangas e sungas coloridas, muita purpurina e bexigas rosas e verdes. Agendado para a Praça Dom José Gaspar, próximo dali, o Bloco Ruído acabou não saindo por causa da chuva.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos