Polícia Civil apreende material radioativo em aeroporto do Rio

No Rio

  • Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

A Polícia Civil apreendeu na manhã desta quinta-feira (5) dois recipientes com material radioativo no Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro. O material foi levado para a Cidade da Polícia (sede de delegacias especializadas), em Manguinhos, zona norte, e está sob análise de técnicos da Cnem (Comissão Nacional de Energia Nuclear).

Os funcionários do Cnen monitoraram a radiação emitida da carga de fluordesoxiglicose, um produto radioativo de uso médico, empregado em tomografias e como contraste em exames de coração. Eles não informaram se o nível de radiação apresentava alguma irregularidade. Cada recipiente pesa 36 kg e veio despachado em avião de Porto Alegre para o Rio de Janeiro. Os produtos seriam entreguem em dois hospitais particulares do Rio, que não tiveram os nomes revelados até agora.

A DPMA (Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente) investiga desvio deste tipo de material e aumentou o número de inspeções com a aproximação dos Jogos Olímpicos, em agosto próximo. O delegado José Luiz Duarte, titular da DPMA, informou que o conteúdo apreendido não era transportado de maneira adequada.

Os dois recipientes, parecidos com baldes, estavam soltos na carroceria de um carro utilitário, sem nada para afixá-los. Duarte alertou para o risco de vazamento de radiação em caso de acidente de trânsito.

A Cnen informou que a empresa responsável pelo transporte da carga, a BND Bionuclear, com sede em São Paulo, está com a documentação em dia. A BND ainda não comentou sobre a apreensão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos