Cristina Kirchner diz que "não tem medo da prisão"

A ex-presidente da Argentina, Cristina Fernandez Kirchner afirmou em entrevista publicada neste sábado (23) no país e reproduzida nas suas redes sociais que não tem medo "nenhum" de ser presa devido aos múltiplos processos judiciais que correm contra ela, que denunciou uma perseguição judicial.

Ela afirmou que sempre se manteve firme em relação ao seus princípios políticos, apesar de qualquer consequência.

Cristina é investigada por supostas manobras irregulares que causaram prejuízo econômico para o país. Nas últimas semanas, ela foi acusada de lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito.

A ex-presidente argentina deu entrevista para um pequeno grupo de jornalistas nacionais e internacionais em sua casa, no sul do país.

Ela ainda disse que é alvo de uma perseguição política desde que Mauricio Macri, atual presidente da Argentina, assumiu o cargo em dezembro de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos