Gleisi Hoffmann pede anulação de depoimento de auditor do TCU

Brasília - A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) pediu nesta sexta-feira, 26, que o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Antônio Carlos Costa D'Ávila Carvalho seja desqualificado como testemunha no julgamento final do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Durante seu depoimento, na noite de quinta-feira, 25, como testemunha de acusação, Carvalho admitiu que discutiu com o procurador do Ministério Público junto ao TCU Júlio Marcelo de Oliveira a elaboração do texto da representação contra Dilma.

Base para o pedido de impeachment

O documento preparado por Júlio Marcelo de Oliveira serviu de base do pedido de impeachment de Dilma Rousseff apresentado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Junior e Janaina Paschoal.

"Formalmente a representação foi apresentada pelo doutor Júlio e cabia a ele decidir se faria ou não, mas, sim, conversei com ele antes da representação, passei a ele alguns conceitos, porque envolvia questões de apuração de resultado fiscal e, em função do que estava colocado nos jornais, ele queria obter maiores informações em relação a isso, auxiliei, sim, na redação de alguns trechos da representação", disse na quinta-feira o auditor do TCU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos