Caiado diz que fala de Dilma não teve consistência e que presença de Lula é nula

Brasília - O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) avaliou que o discurso da presidente afastada Dilma Rousseff e suas respostas aos senadores não têm consistência. "Ela não soube responder por que ela priorizou os bancos privados e pedalou em cima dos bancos oficiais", disse. "Foi inconclusiva", opinou.

Caiado rebateu ainda o fato de Dilma classificar o impeachment como golpe e repetiu a pergunta que fez a petista no plenário. "E não é estelionato eleitoral prometer uma coisa e entregar outra?", indagou.

Questionado sobre a influência da presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do cantor e compositor Chico Buarque no plenário, Caiado disse não ver nenhum peso. "Não vai ser a presença de um ex-presidente e de um cantor que fará com que alguém vote na direção contrária aos movimentos de rua", afirmou. "A maioria dos senadores já tem convicção de seu voto", disse, ressaltando que contabiliza cerca de 60 votos pelo afastamento definitivo de Dilma. Para que o impeachment seja aprovado no plenário do Senado são necessários 54 votos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos