Ex-ministro de Dilma, Monteiro destaca seriedade e espírito público da petista

Brasília - O senador Armando Monteiro (PTB-PE), que foi ministro de Dilma Rousseff, destacou nesta segunda-feira, 29, "a seriedade, a correção e o espírito público" da petista. "Desde o momento em que esta Casa fez juízo da admissibilidade do processo de impeachment, só fortaleceu minha convicção, em todas as fases desse processo, de que não há razão ou justificativa, do que dispõe a Constituição, que configure de forma inequívoca o crime de responsabilidade", defendeu.

Para Monteiro, é no mínimo questionável atribuir essa responsabilidade a Dilma Rousseff. "Há imenso descompasso entre a conduta que se deseja punir e sanção extrema que se pretende imputar à senhora", afirmou.

A condenação de Dilma, continuou, representa a cicatriz que vai macular "o longo processo de construção e sedimentação das nossas instituições democráticas". Para ele, o governo da petista foi, sob qualquer critério, responsável do ponto de vista fiscal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos