Primo de Geddel atua em favor de obra polêmica

Salvador - O escritório de um primo do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, atua em favor do edifício La Vue, em Salvador, ao menos desde 2014. Em 18 de fevereiro daquele ano, o advogado Igor Andrade Costa, sócio de Jayme de Souza Vieira Lima Filho, primo do ministro, assinou o contrato de criação da empresa instituída especificamente para a construção do edifício. A informação foi publicada nesta quarta-feira, 23, pelo jornal Folha de S.Paulo.

O La Vue está no centro da polêmica envolvendo Geddel. No sábado, 19, ele foi acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de tráfico de influência para liberar a construção do empreendimento embargado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), onde tem apartamento. Geddel nega ter agido para favorecimento pessoal.

O nome do sócio do primo de Geddel também aparece em diversos documentos relacionados ao empreendimento, como na ata da primeira assembleia para constituição do condomínio do edifício, ocorrida em 15 de setembro de 2015. Igor Costa assina como secretário da assembleia.

No mesmo documento, assina como comprador do apartamento n.º 1.101 um representante da Upside Empreendimentos, empresa que, segundo o jornal O Globo, é registrada em nome de Fernanda Vieira Lima Paolilo Calazans. Ela, ainda segundo a reportagem, é irmã de Jayme, sócio de Geddel no restaurante Al Mare, em Salvador. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos