Condenado por matar esposa, ex-promotor Igor Ferreira vai para regime aberto

São Paulo - O ex-promotor de Justiça Igor Ferreira da Silva, condenado a 16 anos e 4 meses de prisão pelo assassinato da mulher em 1998, deve deixar a prisão nesta terça-feira, 29, para cumprir o restante da pena em regime aberto. Ele está na Penitenciária de Tremembé, no Vale do Paraíba, mas teve a progressão no regime concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Nesta segunda-feira, 28, a juíza da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, Wania Regina da Cunha, determinou o imediato cumprimento da decisão, dada pelo desembargador do TJ-SP Encimas Manfré. O cumprimento da pena em regime aberto deve seguir até o ano de 2025. O ex-promotor deve apresentar-se para dormir na prisão das 20 às 6 horas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos