Sequestro na zona sul do Rio termina em tiroteio

Rio - O sequestro de um homem na última quarta-feira, em São Conrado, na zona sul do Rio, culminou na sexta, 2, em um tiroteio e perseguição pelas ruas do Leblon, um dos bairros mais nobres da capital fluminense. Um suspeito foi preso, e a Polícia já identificou uma segunda pessoa acusada de participar do crime.

Segundo informações da Delegacia Antissequestro (DAS), a vítima foi encapuzada e levada por três homens na quarta-feira, 30, perto do Shopping Fashion Mall, em São Conrado. Os sequestradores fizeram contato com parentes do refém e exigiram o pagamento de um resgate de R$ 60 mil. A família conseguiu levantar de R$ 3 mil e fez um depósito na conta bancária indicada pelos criminosos.

Os sequestradores libertaram a vítima sob a condição de que ela conseguisse o restante da quantia exigida. Desde a libertação, os bandidos continuaram a manter contato telefônico com a vítima, exigindo o pagamento do restante do resgate, sob ameaças. De acordo com a Polícia Civil, os criminosos e a vítima marcaram um encontro para o pagamento da quantia pendente na noite desta sexta, 2, em frente a outro shopping, dessa vez no bairro Leblon.

A vítima entrou em contato com a DAS, que planejou uma operação para prender os criminosos. Os sequestradores chegaram ao local combinado num automóvel Cobalt amarelo. Um dos ocupantes, identificado como Leandro Melo da Silva, de 25 anos, desembarcou para receber o pacote do resgate, mas foi abordado por policiais civis assim que pegou o dinheiro. Tentou fugir, mas acabou preso.

Outra equipe de agentes abordou o comparsa de Leandro, que permaneceu no automóvel estacionado nas proximidades. O motorista reagiu acelerando o veículo em direção aos policiais civis, que atiraram contra o capô do carro. Na fuga, motorista e policiais trocaram tiros. Houve perseguição, mas o criminoso conseguiu fugir.

O automóvel usado no crime foi abandonado próximo à Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, bairro vizinho ao Leblon. A polícia apreendeu no carro uma arma de fogo, celulares e munições, entre outros objetos. Leandro foi autuado pelos crimes de extorsão e resistência.

Foi encaminhada à Justiça representação pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva. O motorista do veículo Cobalt não teve a identidade revelada, mas já foi identificado pela Polícia e teve pedido de prisão também encaminhado à Justiça. A DAS instaurou inquérito policial para apurar o sequestro da vítima. A polícia tenta detalhar a participação de Leandro e do criminoso foragido no crime e busca identificar os demais envolvidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos