Nível do Cantareira quase dobra em um ano e atinge 90,8%, com volume morto

São Paulo - O nível do Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da Grande São Paulo, alcançou 90,8% da capacidade neste domingo (5), considerando-se as duas cotas do volume morto, de acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O volume é 0,3 ponto porcentual maior na comparação com sábado e é quase o dobro que o observado há exatamente um ano (46,2%), quando as represas se recuperavam de um longo período de secas.

Conforme a Sabesp, nas últimas 24 horas choveu 5,1 milímetros sobre os reservatórios do Cantareira --a média histórica para fevereiro é de 203,4 milímetros.

Em relação aos níveis dos outros sistemas que abastecem a Grande São Paulo, o do Guarapiranga e o do Alto Cotia subiram 0,2 ponto porcentual, para 79,7% e 101,6% da capacidade, respectivamente. O do Alto Tietê teve alta de 0,1 ponto porcentual, para 53,1%. Já o Rio Claro (101,9%) e o Rio Grande (94,3%) ficaram estáveis neste domingo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos