Temer determina que PF seja colocada à disposição de autoridades paraguaias

Carla Araújo e Tânia Monteiro

Brasília

O presidente Michel Temer solicitou que o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, coloque a Polícia Federal "à disposição das autoridades paraguaias" para colaborar com as investigações dos fatos ocorridos em Ciudad del Este, no Paraguai, na madrugada desta segunda-feira, 24.

Em nota, distribuída na tarde desta segunda-feira, 24, pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República, o governo federal destacou que "acompanha os desdobramentos das ações policiais já em curso em território nacional e apoiará, com todos os recursos necessários, as investigações conduzidas atualmente pelas autoridades paraguaias".

A nota destaca ainda que o governo brasileiro "se solidariza com as vítimas dessa ação criminosa e, em especial, com os familiares do policial paraguaio morto".

O assalto

Ao menos 30 homens com armas de guerra invadiram o prédio da empresa de valores Prosegur, explodiram cofres e levaram US$ 40 milhões (cerca de R$ 120 milhões), na madrugada desta segunda, em Ciudad del Este, cidade paraguaia na fronteira com o Brasil. Conforme a imprensa do país vizinho, esse pode ter sido o maior assalto da história do Paraguai.

Armados com fuzis automáticos e metralhadoras .50, os criminosos bloquearam ruas, incendiaram automóveis e dispararam rajadas contra prédios públicos. Acuada, a polícia pediu reforços e munições. Um policial do Grupo Especial de Operações da polícia paraguaia foi atingido e morto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos