Exército nas ruas é sempre algo que assusta, afirma Tasso Jereissati

Vera Rosa e Renan Truffi

Brasília

O presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), disse nesta quarta-feira, 24, ter ficado "assustado" ao saber que as Forças Armadas haviam sido acionadas para conter as manifestações contra o presidente Michel Temer, em Brasília. Os protestos foram marcados por atos de vandalismo e depredação de ministérios.

"É uma emergência que não pode se tornar rotina", afirmou Tasso. "Somos de uma geração que passou a adolescência em clima de exceção e depois viveu a euforia da redemocratização do País. Então, a presença do Exército nas ruas é sempre algo que assusta."

O senador estava em uma reunião da bancada do PSDB na Câmara, para avaliar a crise política, quando foi informado sobre o confronto entre manifestantes e a Polícia Militar. Temer editou, em seguida, um decreto autorizando as Forças Armadas a entrar em ação "para garantia da lei e da ordem" no Distrito Federal.

"Vivemos uma situação muito difícil. Temos destruição de prédios, incêndios, militares na Esplanada e não podemos ser responsáveis por agravar a falta de entendimento", argumentou Tasso, ao explicar por que o PSDB ainda continua no governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos