Maia ignora apelos da oposição e mantém sessão plenária da Câmara em andamento

Daiene Cardoso

Brasília

Mesmo com o clima conflagrado no plenário, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu manter aberta a sessão plenária para discussão da Medida Provisória 767, que trata dos Planos de Benefícios da Previdência Social e institui o bônus especial para peritos do INSS.

A oposição argumenta que mais de 100 parlamentares foram agredidos na manifestação de hoje na Esplanada dos Ministérios, que há manifestantes feridos, e que não há clima para manutenção dos trabalhos no plenário.

"Estou pedindo o encerramento da sessão porque o clima a que nós fomos submetidos foi antagônico às liberdades democráticas", apelou a líder do PCdoB, Alice Portugal (BA).

Os oposicionistas apresentaram um requerimento de encerramento da sessão, mas Maia ainda não sinalizou que colocará o pedido em votação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos