PUBLICIDADE
Topo

Poço Seco mira Fernanda Luz, ligada ao lobista Jorge Luz que atuava na Petrobras

Ricardo Brandt, Julia Affonso e Fausto Macedo

São Paulo

26/05/2017 09h23

No âmbito da Operação Poço Seco, deflagrada na manhã desta sexta-feira, 26, pela Polícia Federal, Fernanda Luz, ligada ao Lobista Jorge Luz, foi alvo de condução coercitiva. Jorge Luz e Bruno Luz, pai e filho, estão presos preventivamente desde o dia 25 de fevereiro, por corrupção e lavagem de dinheiro.

A ação - 41ª fase da Operação Lava Jato - tem como alvo principal a investigação de complexas operações financeiras realizadas a partir da aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin, na África, com o objetivo de disponibilizar recursos para o pagamento de vantagens indevidas ao ex-gerente da área de negócios internacionais da empresa. Agentes da PF cumprem mandados no Distrito Federal e nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo.