Ator Wagner Moura discursa contra Temer e reformas durante protesto no Rio

Fábio Grellet

Rio de Janeiro

Artistas como os atores Wagner Moura e Gregorio Duvivier participam na tarde deste domingo (28) do ato promovido em Copacabana, na zona sul do Rio, contra o presidente Michel Temer (PMDB) e a favor da realização de eleições diretas para a Presidência da República.

O evento, que ocupa um quarteirão da avenida Atlântica, entre as ruas Figueiredo de Magalhães e Siqueira Campos, terá shows musicais de cantores como Criolo, Teresa Cristina e Caetano Veloso, que devem se apresentar a partir das 16h. Às 14h45 quem cantava era Pretinho da Serrinha.

O ator Wagner Moura foi um dos mais aplaudidos e cortejados pelos fãs. "Nós, que no ano passado estivemos na rua contra o golpe que levou Temer à presidência, agora temos o segundo round. Não é possível Temer continuar, nem esse Congresso escolher seu substituto. Pode não ser ilegal, mas é imoral e ilegítimo. E o ovo da serpente são essas reformas trabalhista e previdenciária", afirmou o ator, durante discurso no palco.

A poetisa e atriz Elisa Lucinda também defendeu a saída de Temer: "Esse momento é crucial, nós estamos sendo violentados", afirmou, antes de declamar uma poesia que discorre sobre corrupção e falta de dinheiro para educação e saúde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos