Portugal contém segundo incêndio, após o primeiro deles matar 64 pessoas

Lisboa

Autoridades de Portugal afirmaram nesta quinta-feira que controlaram um segundo perigoso incêndio florestal que durou cinco dias, após outro anterior ter matado 64 pessoas no país no fim de semana.

Mais de 2 mil bombeiros e mais de 20 aeronaves que lançam água lutaram contra os dois incêndios, em meio a fortes ventos e temperaturas superiores a 40º Celsius. A temporada de incêndios em florestas começou mais cedo que o usual no país.

A Agência de Proteção Civil informou que o incêndio em Góis, 150 quilômetros ao norte de Lisboa, estava sob controle. O mortífero fogo de Pedrógão Grande, a 20 quilômetros de distância, foi controlado na quarta-feira.

Centenas de bombeiros seguiam próximos do local do fogo, para impedir que ele recomeçasse. Segundo autoridades, os incêndios juntos queimaram cerca de 40 mil hectares de florestas. Há agora investigações em andamento para avaliar a resposta ao desastre. Fonte: Associated Press.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos