Maia embarca para Argentina e evita assumir Presidência durante viagem de Temer

Isadora Peron

Brasília

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), embarca nesta quinta-feira, 6, para a Argentina e evita assim assumir a Presidência da República na ausência de Michel Temer, que vai à Alemanha para o encontro do G-20.

Primeiro na linha sucessória, Maia tem se descolado de Temer desde que a denúncia contra o presidente chegou à Câmara na semana passada. Caso os deputados votem a favor do seguimento do processo, o peemedebista pode ser afastado por até 180 dias, o que faria com que Maia assumisse o cargo.

Com Temer e Maia fora do País, quem assume o comando do Palácio do Planalto será o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Maia embarca para Buenos Aires nesta quinta e retornará ao Brasil somente no sábado, 8, quando Temer já deve estar de volta da sua viagem a Hamburgo.

Na Argentina, Maia se encontrará com os presidentes da Câmara daquele país e do Uruguai. Ele será acompanhado por uma comitiva de cinco deputados, todas de partidos aliados de Temer: Benito Gama (PTB-BA), Heráclito Fortes (PSB-PI), Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Rubens Bueno (PPS-SP) e Rogério Rosso (PSD-DF).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos