PUBLICIDADE
Topo

Brasil tem 207,6 milhões de habitantes, diz IBGE

Parque Ibirapuera lota no Carnaval; São Paulo é a cidade mais populosa - Rogério Padula/FotoRua/Estadão Conteúdo
Parque Ibirapuera lota no Carnaval; São Paulo é a cidade mais populosa Imagem: Rogério Padula/FotoRua/Estadão Conteúdo

Luci Ribeiro

em Brasília

30/08/2017 07h14

O Brasil já conta com mais de 207 milhões de habitantes, número superior aos 206 milhões registrados no ano passado, segundo a mais nova estimativa sobre a população brasileira feitas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicada no "Diário Oficial da União" desta quarta-feira (30).

O número atualizado é de 207.660.929 habitantes, alta de 0,77% em relação aos 206.081.432 do ano passado. Entre os Estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos estão na região Norte (veja tabela completa abaixo).

O levantamento mostra que o Estado de São Paulo tem 45,1 milhões de habitantes (21,7% da população), o de Minas Gerais, 21,1 milhões, e o do Rio de Janeiro, 16,7 milhões. Roraima foi o Estado menos populoso, com 522,6 mil habitantes, 0,3% da população brasileira.

O município de São Paulo continua sendo o de maior população com 12,1 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,520 milhões de habitantes), Brasília (3,039 milhões) e Salvador (2,954 milhões de habitantes).

Segundo o levantamento, 17 municípios brasileiros tinham população superior a 1 milhão de pessoas, somando 45,5 milhões de habitantes, o equivalente a 21,9% da população brasileira.

O município com menos moradores era Serra da Saudade, em Minas Gerais, com apenas 812 habitantes. O seguido menor foi Borá (SP), com 839 moradores, seguido por Araguainha (MT), com 931 habitantes. O IBGE calcula que quase um quarto dos municípios (24,746%) do país teve redução de população em relação ao ano anterior.

Entre outros objetivos, a nova estimativa do IBGE será utilizada para o cálculo das cotas do Fundo de Participação de Estados e Municípios. Os dados têm data de referência em 1º de julho e estão organizados por Estados, Distrito Federal e municípios.

Veja a relação por Estado:

  1. São Paulo - 45.094.866
  2. Minas Gerais - 21.119.536
  3. Rio de Janeiro - 16.718.956
  4. Bahia - 15.344.447
  5. Rio Grande do Sul - 11.322.895
  6. Paraná - 11.320.892
  7. Pernambuco - 9.473.266
  8. Ceará - 9.020.460
  9. Pará - 8.366.628
  10. Santa Catarina - 7.001.161
  11. Maranhão - 7.000.229
  12. Goiás - 6.778.772
  13. Amazonas - 4.063.614
  14. Paraíba - 4.025.558
  15. Espírito Santo - 4.016.356
  16. Rio Grande do Norte - 3.507.003
  17. Alagoas - 3.375.823
  18. Mato Grosso - 3.344.544
  19. Piauí - 3.219.257
  20. Distrito Federal - 3.039.444
  21. Mato Grosso do Sul - 2.713.147
  22. Sergipe - 2.288.116
  23. Rondônia - 1.805.788
  24. Tocantins - 1.550.194
  25. Acre - 829.619
  26. Amapá - 797.722
  27. Roraima - 522.636