Após incêndio, estrutura do Velódromo não sofre danos

Fernanda Nunes

Rio de Janeiro

Atingido por um princípio de incêndio na madruga deste domingo, 26, o Velódromo do Parque Olímpico, localizado na zona oeste do Rio, não sofreu danos estruturais, segundo a Defesa Civil, que esteve no local para vistoriar o prédio. A Secretaria Municipal de Ordem Pública informou ainda, por meio de sua assessoria de imprensa, que o fogo provocou danos no revestimento da cobertura. Porém, "não foi necessário interditar o local e a administração do Velódromo irá providenciar os reparos necessários".

O princípio de incêndio foi provocado pela queda de um balão, o mesmo motivo do primeiro incêndio ocorrido neste ano, no dia 30 de julho. Na ocasião, a reconstrução da cobertura custou R$ 199,4 mil aos cofres públicos, de acordo com informação da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo), divulgada na época.

Para deixar o Velódromo pronto para os jogos olímpicos, foram necessário R$ 143 milhões. O prédio foi o último a ser entregue e o único a não receber um evento-teste antes da Olimpíadas. Inaugurado com seis meses de atraso, em 26 de julho de 2016, o local foi palco de disputas de ciclismo de pista. Atualmente, é utilizado para treinamentos e competições.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos