Imprensa da Europa, Ásia e AL repercute julgamento de Lula

Matheus Maderal

São Paulo

Os principais veículos de comunicação da Europa, da Ásia e da América Latina estão repercutindo o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com alguns sites afirmando que a confirmação da condenação do petista lança o Brasil em um período de incerteza política em pleno ano eleitoral, uma vez que ele é favorito nas pesquisas de opinião.

O britânico The Guardian traz o assunto na capa, com a notícia sendo a 9ª mais lida do portal. A reportagem diz que a decisão unânime da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, de manter a condenação do ex-presidente, "complica os planos de Lula para um terceiro mandato e marca um revés extraordinário na sorte do líder mais popular da história moderna do Brasil".

Também no Reino Unido, o site da BBC destaca a condenação de Lula em sua página principal, lembra que ele ainda pode recorrer da decisão, e diz que o Partido dos Trabalhadores não tem uma plano B para as eleições de outubro. Já o Financial Times chama atenção para o fato de os ativos brasileiros terem ampliado os ganhos no mercado financeiro após a condenação e diz que apoiadores de Lula estão se manifestando em várias cidades do País.

Na França, o Le Monde chama Lula de "figura mítica" da política brasileira e diz que, com a condenação, o futuro do ex-presidente está comprometido. A notícia virou manchete na versão espanhola do El País, que chama atenção para o fato de a pena de Lula ter sido estendida para 12 anos de prisão.

O site do jornal argentino Clarín transmitiu ao vivo o julgamento em sua página principal, com informações atualizadas sobre as etapas do processo. Com a manchete "duro revés para Lula", o Clarín destaca que o petista é apontado como favorito na corrida presidencial em "todos os levantamentos". No Peru, o El Comercio também destaca que o petista é o favorito na disputa eleitoral.

A rede árabe Al Jazeera deu grande destaque ao julgamento, com a manchete "Corte brasileira mantém condenação de ex-presidente por corrupção". A reportagem afirma que Lula foi impedido de se candidatar às eleições e também observa que a maioria das pesquisas mostra que o petista sairia vitorioso na disputa eleitoral. O site ainda disponibiliza um perfil do ex-presidente com o título "Lula da Silva: o ex-presidente irreprimível do Brasil".

Entre os veículos asiáticos, a versão em português do site Xinhua News, da China, também deu destaque para o julgamento, dizendo que o julgamento "lança incerteza sobre as eleições". O Xinhua ainda afirma que "as eleições provavelmente serão disputadas ferozmente a partir de quarta-feira, quando são esperados protestos a favor e contra Lula".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos