PUBLICIDADE
Topo

PTB agradece apoio de Temer e diz que escolherá novo nome para o Trabalho

Carla Araújo

Brasília

21/02/2018 14h22

O PTB emitiu nota oficial na tarde desta quarta-feira, 21, para confirmar que durante a reunião com o presidente Michel Temer o partido não fechou um novo nome para assumir o ministério do Trabalho.

O comunicado diz que o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), e a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) se reuniram nesta quarta-feira com o presidente Temer para comunicá-lo oficialmente da decisão anunciada na terça-feira, 20, pelo partido de declinar da indicação de Cristiane para o Ministério do Trabalho e "agradecê-lo pelo apoio que a parlamentar recebeu durante esse período".

"Na reunião, ocorrida no Palácio do Planalto, Michel Temer concordou com a permanência do advogado Helton Yomura como ministro interino do Trabalho. O presidente da República e o PTB voltarão a discutir a indicação do novo nome para a pasta do Trabalho na reforma ministerial", completa o texto.

Segundo fontes do Planalto, a falta de consenso por um nome na legenda fez com que Temer desse mais tempo ao partido para um novo nome até março, quando fará a reforma ministerial por conta de ministros que terão que se desincompatibilizar até abril para poder disputar a eleição neste ano.

O nome de Yomura foi apoiado por Jefferson, mas não encontrou respaldo no líder, segundo uma fonte. Para não criar problemas com a bancada, Temer acertou que Yomura fica no cargo até março, como interino. Até lá, o presidente espera que partido chegue a um acordo em torno do nome do novo titular.