Em reunião com Temer, Jungmann relatou operação da PF para prender Lula

Tânia Monteiro

Brasília

  • Reprodução/Twitter

    Michel Temer com o ministro Raul Jungmann

    Michel Temer com o ministro Raul Jungmann

O presidente Michel Temer usou este domingo (8) para fazer reuniões com ministros e auxiliares no Palácio do Jaburu, residência oficial do emedebista. Temer recebeu os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral), Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência do Brasil) e Raul Jungmann (Segurança Pública).

O primeiro a encontrar com Temer foi Moreira Franco. Pouco tempo depois, o Palácio do Planalto oficializou que o ministro irá assumir o Ministério de Minas e Energia, conforme antecipou a "Coluna do Estadão". "O presidente Michel Temer definiu hoje que o ministro Moreira Franco assumirá o Ministério de Minas e Energia", diz a nota enviada pelo Planalto.

Etchegoyen passou pelo Jaburu pouco depois, mas o motivo do encontro não foi divulgado pela assessoria de imprensa. No início da noite deste domingo, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, também foi ao Palácio do Jaburu fazer, pessoalmente, um relato ao presidente sobre a operação realizada pela Polícia Federal para prender o ex-presidente Lula. Jungmann foi o interlocutor de Temer neste processo.

No sábado (7), durante todo o dia, quando ainda estava entre Foz do Iguaçu, no Paraná, e depois São Paulo, onde ficou até o início da noite, Temer ficou em contato com Brasília e foi informado de cada passo da operação envolvendo Lula. Segundo fontes do "Broadcast Político", serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, o governo avaliou que a operação foi "tensa" e "dura".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos