Meirelles diz que, se eleito, enviará reformas ao Congresso no 1º dia de governo

Francisco Carlos de Assis

São Paulo

O ex-ministro da Fazenda e pré-candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, disse ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que encaminhará as reformas da Previdência e a tributária ao Congresso logo no primeiro dia de governo, caso venha a ser eleito.

De acordo com ex-ministro, a época do excesso de liquidez e dinheiro barato no mercado internacional está sendo finalizada. Para ele isso é normal e positivo porque, em última análise, significa a normalização da atividade econômica.

"Para o Brasil significa que precisamos de políticas saudáveis. Ou seja, contas públicas saudáveis, inflação na meta, uma política monetária saudável de maneira que possamos não estar dependentes de fluxos de recursos internacionais", disse Meirelles, acrescentando que para isso é necessário fazer a reforma da Previdência e a tributária.

"Encaminharei a reforma da Previdência imediatamente, no primeiro dia, e também a tributária", disse ao responder sobre em quanto tempo encaminharia a reforma da Previdência caso venha a ser eleito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos