PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Cadeira de rodas presa gera tumulto, e 11 ficam feridos no metrô de SP

Luciana Quierati/UOL
Imagem: Luciana Quierati/UOL

Ana Paula Niederauer

São Paulo

14/03/2019 11h15

Uma pessoa com cadeira de rodas ficou presa na manhã de hoje na esteira rolante que liga a estação Paulista da Linha 4-Amarela e a estação Consolação da Linha 2-Verde do metrô de São Paulo. Por causa do barulho causado pelo incidente, passageiros relataram em redes sociais que houve correria e confusão porque muitos confundiram os ruídos com tiros.

A Polícia Militar foi acionada para a estação Paulista por volta das 7h10. Segundo a PM, viaturas da polícia permaneceram na entrada do metrô na Rua da Consolação.

Em nota, a ViaQuatro informou que, "entre 7h06 e 7h09 desta quinta-feira, houve um princípio de tumulto em razão do barulho causado por uma cadeira de rodas que travou na esteira rolante durante a transferência entre as linhas 2-Verde e 4-Amarela".

A concessionária informou que realizou o atendimento de 20 passageiros, 11 deles com ferimentos leves e nove com crise nervosa, estes últimos liberados após se acalmarem.

Segundo a ViaQuatro, todos receberam os primeiros socorros nas estações Paulista, Oscar Freire, Pinheiros e São Paulo-Morumbi. Três deles foram atendidos nas estações Paulista e Oscar Freire e encaminhados à Santa Casa; um passageiro foi atendido na estação Pinheiros e encaminhado ao hospital da Lapa; e outro atendido na estação São Paulo-Morumbi e encaminhado ao hospital Bandeirantes.

O Metrô informou que encaminhou sete passageiros com ferimentos leves para hospitais da região. Segundo o Metrô, na porta do hospital três desistiram do atendimento.

Cotidiano