PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Se crescer o número de casos, São Paulo volta para fase laranja, diz José Medina

28/09/2020 14h10

São Paulo - O médico e coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, José Medina, disse que o governo estadual não descarta a regressão de fase para a capital caso seja registrada piora nos indicadores por conta das aglomerações registradas em bares e restaurantes durante o fim de semana. "Se crescer o número de casos, vamos seguir o que diz o plano São Paulo: ao invés de ir para a fase verde, volta para o laranja", afirmou o médico.

Medina, entretanto, ressaltou que não é esperado um aumento expressivo do número de casos, embora seja possível que aconteça. Segundo o coordenador executivo do centro de contingência, João Gabbardo, os indicadores recentes não apontam para possibilidade de aumento das restrições.

Segundo dados do boletim estadual da Covid-19, na semana passada, entre 20 e 26 setembro, houve queda de 14,2% no número de novos casos confirmados e de 14,1% no número de novos óbitos sobre igual período anterior.

As declarações acontecem a pouco mais de uma semana de nova reclassificação do plano São Paulo, prevista para o dia 9 de outubro, que poderia colocar o município de São Paulo na fase verde, a segunda menos restritiva nas orientações de quarentena. O município de São Paulo e subrregiões Leste e Oeste da Grande São Paulo são os que se encontram há mais tempo na fase amarela, desde o dia 26 de junho.

Pedro Caramuru

Cotidiano