Na Alemanha, Lula diz que Haddad terá de 'abrir o cofre' para recuperar terra degradada

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta segunda-feira, 4, que o ministro da Fazenda Fernando Haddad, Fazenda, terá de "abrir o cofre" para a política de recuperação de terra degradada prometida pelo presidente em sua campanha eleitoral. Lula deu as declarações em Berlim, onde participou de evento com empresários da Alemanha.

"Estamos num processo e queremos compartilhar com vocês, empresários alemães, estamos com o firme compromisso de recuperar 40 milhões de hectares de terra degradada no nosso país", disse o presidente.

E declarou: "Se a gente conseguir fazer isso, com política de incentivo do governo, que o Haddad vai ter que abrir o cofre para a gente ter essa política, a gente vai poder prometer para a Marina Silva [ministra do Meio Ambiente] que a gente não vai derrubar mais uma árvore para a gente duplicar a nossa produção agrícola, a nossa produção de carne."

Nova relação com a Alemanha e críticas ao antecessor

Lula disse que sua visita à Alemanha começaria uma nova relação entre o país europeu e o Brasil.

Ele também voltou a criticar seu antecessor, Jair Bolsonaro, ainda que sem citá-lo nominalmente.

"Tivemos um presidente que só gostava do Trump e só gostava do primeiro-ministro de Israel, de mais ninguém", afirmou Lula, referindo-se ao tempo de isolamento do Brasil no cenário internacional.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora