Plantio de soja 2023/24 atinge 85% da área no Brasil, diz AgRural

São Paulo, 4 - O plantio da safra de soja 2023/24 atingiu 85% da área estimada para o Brasil, na quinta-feira, 30, em comparação com 74% uma semana antes e 91% no mesmo período do ano passado, segundo levantamento da AgRural, divulgado nesta segunda-feira, 4.

"O ritmo dos trabalhos melhorou em relação à semana anterior, puxado pelo forte avanço do Rio Grande do Sul, onde os produtores conseguiram entrar em campo nos intervalos das chuvas", disse a AgRural.

O Norte/Nordeste também teve evolução relativamente boa na semana, mas a irregularidade das precipitações continuou dificultando a semeadura em diversas áreas da região.

Em virtude dos danos causados pela irregularidade das chuvas e pelo calor, a AgRural fez na semana passada um novo corte na estimativa de produção de soja do Brasil na safra 2023/24. A produção é calculada agora em 159,1 milhões de toneladas, em comparação com 163,5 milhões na estimativa fechada em 9 de novembro e 164,6 milhões de toneladas na projeção de outubro.

Conforme a AgRural, a redução deveu-se principalmente às perdas já consolidadas de Mato Grosso, que persistem mesmo depois da relativa melhora das chuvas na segunda quinzena de novembro. "Mantendo-se o cenário de chuvas abaixo da média e temperaturas muito altas, novos cortes de produtividade deverão ser feitos já na primeira quinzena de dezembro em Mato Grosso e em outros Estados", observou a consultoria.

Milho verão

A área estimada para o milho verão 2023/24 estava 91% plantada no Centro-Sul do Brasil até quinta-feira (30), em comparação com 83% na semana anterior e 93% um ano atrás, de acordo com levantamento da AgRural.

Com a semeadura finalmente encerrada na região Sul, o foco dos produtores se volta para os efeitos do excesso de chuva sobre o desenvolvimento das lavouras.

"Até o momento, porém, não há registro de perdas significativas", destaca a AgRural.

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes