Confusão na Alesp interrompe sessão sobre privatização da Sabesp

A sessão extraordinária da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), que discutia a projeto de lei (PL) que prevê a privatização da Sabesp, teve que ser interrompida, nesta tarde, após uma confusão que envolveu a Polícia Militar e manifestantes que acompanhavam a votação do projeto.

Para conter manifestantes, a polícia fez uso de gás de pimenta que, ao ser jogado em local fechado, se espalhou por todo o plenário. "É uma irresponsabilidade generalizada", disse uma deputada que saia às pressas do plenário.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes