G20 Brasil: tecnologia de reconhecimento facial ajudou na segurança de reunião de chanceleres

A Serpro, empresa de tecnologia da informação do governo federal, ofereceu equipamentos de reconhecimento biométrico facial aos delegados nacionais e internacionais que participaram da primeira reunião ministerial do G20 no Brasil, realizada no Rio de Janeiro esta semana.

O reconhecimento biométrico segue o padrão já utilizado no embarque eletrônico em diversos aeroportos do País, que permite ao passageiro entrar nas aeronaves sem apresentar qualquer tipo de documentação.

"Essa tecnologia facilita a vida de todos, pois a validação pessoal é mais rápida, garantindo segurança com monitoramento eficiente", explicou Alexandre Ávila, superintendente de relacionamento com o cliente do governo digital.