Lula diz que governo vai começar a ampliar distribuição de imóveis da União

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que, a partir do lançamento do Programa de Democratização dos Imóveis da União, o governo federal fará a distribuição dos imóveis. De acordo com ele, alguns já foram, inclusive, distribuídos ao longo do ano de 2023.

A declaração do presidente ocorreu nesta segunda-feira, 26, na apresentação do programa no Palácio do Planalto. A ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, e o ministro da Casa Civil, Rui Costa, participam do evento.

"Estamos começando uma coisa nova que a gente tomou a atitude de fazer desde março de 2023 e isso vem um processo elaborado pela Esther, pela equipe dela e por outros ministérios e agora, achamos que está pronto para fazer o lançamento", comentou o presidente. "A partir desse lançamento, é que vamos começar a trabalhar na distribuição de imóveis, sendo que alguns já foram distribuídos ao longo de 2023."

O programa é uma promessa do chefe do Executivo desde o começo de seu terceiro mandato, em 2023. Em junho do ano passado, Lula pediu à ministra da Gestão que fizesse um levantamento de todos os prédios públicos abandonados no País para que fossem transformados em moradia da população carente.

Em dezembro, Lula renovou seu pedido e disse que Dweck tinha orientação para fazer uma "distribuição sensata". De acordo com o petista, há imóveis que podem ser transformados em moradia, que podem ser vendidos e o dinheiro utilizado para outra finalidade ou, até, que podem ser doados para que "o preço da casa fique mais barato".