Eduardo Leite se aventura como cantor durante encontro do Cosud

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) se aventurou como cantor durante o 10º encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que está sendo realizado em Porto Alegre até este sábado, 2. Na noite desta sexta, 1º, Leite subiu ao palco do evento e cantou uma música tradicional gaúcha.

O governador publicou em suas redes sociais neste sábado, 2, uma gravação da sua cantoria. Leite performou a música "Canto Alegretense", de autoria da dupla de musíca regional Nico e Bagre Fagundes.

"Para além da integração das reuniões de trabalho, o Cosud é um momento de estreitar os laços de amizade entre os nossos estados vizinhos. Aqui, me aventurei a mostrar um pouco da música gaúcha a todos!", disse Leite na legenda da postagem.

Desde a quinta-feira, 29, Leite recebe em Porto Alegre os governadores Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), Romeu Zema (Novo-MG), Ratinho Júnior (PSD-MG), Cláudio Castro (PL-RJ) e Jorginho Mello (PL-SC). Essa foi a primeira vez que o Cosud se reuniu após o ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na Avenida Paulista no último domingo, 25, que reuniu centenas de milhares de pessoas.

Embora neguem que o Cosud tenha viés político, os governadores são aliados de Bolsonaro e oposição ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As exceções são Renato Casagrande (PSB-ES) e o próprio Eduardo Leite. O gaúcho se distanciou do bolsonarismo nos últimos anos, mas é crítico do governo petista e tenta se estabelecer nacionalmente como uma opção de terceira via.

Na última segunda-feira, 26, Leite defendeu que o PSDB não forme uma aliança pela reeleição de Ricardo Nunes (MDB) na Prefeitura de São Paulo. Segundo o gaúcho, a recusa se deve ao fato de Nunes ser apoiado por Bolsonaro.

"Respeito o prefeito Ricardo Nunes. O trabalho dele começa com o PSDB, inclusive, com o prefeito Bruno Covas. Mas houve a escolha de um caminho de se associar justamente ao Bolsonaro, o que diverge, destoa, do que o PSDB está buscando representar, de uma alternativa nesse contexto político nacional", afirmou Leite ao jornal O Globo.