GCM de Praia Grande morre com tiro na cabeça durante assalto na na zona sul de SP

Uma guarda-civil municipal (GCM) da Praia Grande, litoral de São Paulo, foi morta com um tiro na cabeça após um assalto na Vila Olímpia, zona sul paulistana, neste domingo, 3. A vítima, Valcleide Queiroz, de 56 anos, estava parada de motocicleta em um semáforo da região quando foi abordada por dois homens também em uma moto.

Após o anúncio do assalto, a GCM entrou em confronto com os criminosos e uma troca de tiros foi iniciada. A mulher foi atingida na cabeça e os bandidos fugiram com a arma da vítima, que chegou a ser socorrida no Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro de Saboya, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o local foi periciado e o caso registrado como latrocínio no 27° DP. Os responsáveis pelo crime ainda não foram identificados.

Em nota, a prefeitura de Praia Grande, por meio da Secretaria de Assuntos de Segurança (Seasp), afirmou que as circunstâncias do crime estão sendo apuradas e lamentou a morte.

"A Administração Municipal espera que os responsáveis sejam punidos com o rigor da lei. A Prefeitura está dando todo o suporte aos familiares da GCM e colaborando com as forças de segurança para o esclarecimento do caso", diz o comunicado.