PM é preso com armas e esmeraldas após atirar contra carro no Distrito Federal

Um policial militar de 41 anos foi preso em flagrante após atirar contra o carro de outro militar na madrugada desta segunda-feira, 4, em Águas Claras, Distrito Federal. O suspeito fugiu após efetuar os disparos por volta das 3 horas, mas foi localizado pela PM, na sequência, trancado no apartamento onde vive.

Segundo a corporação, os agentes chegaram ao local após um policial solicitar apoio à equipe do 17° BPM, por ter tido o veículo alvejado. A vítima identificou o condomínio onde o suspeito havia entrado e assim a polícia chegou ao apartamento.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope), com a Operação Gerente, utilizada para situações de gerenciamento de crise, foi acionado porque a polícia não conseguiu chegar até o suspeito dentro da residência.

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal também esteve no local durante as negociações, constatando o surto psicótico do suspeito. Após fracassar nas tentativas de negociar com o policial trancado em casa, o Bope realizou a entrada tática e a contenção do indivíduo, preso em flagrante sem resistência.

A polícia encontrou na residência duas armas de fogo, munições e pedras preciosas, incluindo esmeraldas. O caso é investigado na 21ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal.