Sarrubbo é nomeado secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça

O governo federal formalizou nesta terça-feira, 5, no Diário Oficial da União (DOU) a nomeação do ex-procurador de Justiça de São Paulo Mario Luiz Sarrubbo para exercer o cargo de secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A escolha de Sarrubbo para o posto já havia sido anunciada pelo chefe da pasta, o ministro Ricardo Lewandowski.

Em entrevista ao Estadão, Sarrubo indicou que vai apostar em inteligência e na integração entre o Ministério Público e as polícias para combater a criminalidade em âmbito nacional. Uma de suas principais metas é a asfixia de facções criminosas, em especial o PCC. Segundo Sarrubbo, é preciso "respeitar os direitos humanos, mas com a força necessária".

"A gente vai trabalhar para melhorar a situação de segurança e produzir resultados mais expressivos. Essa é uma preocupação do ministro. É necessário que se faça isso com diálogo, com inteligência e seguindo parâmetros de um Estado Democrático de Direito. É um meio-termo que a gente tem que buscar: a força do Estado no combate ao crime com respeito absoluto aos direitos humanos, à integridade e dignidade da pessoa", afirmou.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública é responsável por formular políticas, diretrizes e ações para a segurança pública no País. Dentre suas competências, a secretaria faz assessoramento técnico ao ministro da Justiça nos assuntos de segurança pública, com base na Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. Também é essa secretaria que cuida da gestão do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP).