Conteúdo publicado há 2 meses

Gilmar diz que caso Marielle é oportunidade para aprofundar combate ao crime organizado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse nesta segunda-feira, 25, que a investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, representa uma oportunidade para "aprofundar o combate ao crime organizado".

"Acho que é um passo importante, uma questão que já era esperada, mas é preciso que se veja essa janela como uma oportunidade para aprofundar o combate ao crime organizado no Rio de Janeiro e no Brasil", disse Gilmar na chegada ao Congresso para sessão solene de 200 anos do Senado.

O ministro disse, ainda, que esse é um momento de se discutir a "refundação" da polícia, diante das acusações de envolvimento da cúpula da polícia do Rio de Janeiro no assassinato de Marielle.

"É preciso pensar numa refundação dessas instituições, tomar as medidas necessárias. Acho que é um momento de profunda reflexão pelo Congresso Nacional, se dedicar a essa temática, uma reforma das polícias e uma reforma especialmente voltada para o que está acontecendo no Rio de Janeiro", declarou o decano do STF.

Deixe seu comentário

Só para assinantes