Importação chinesa de soja recua 19% em março, a 5,54 milhões de t

São Paulo, 12 - A China importou 5,54 milhões de toneladas de soja em março deste ano, o que representa queda de 19% ante igual período de 2023, quando somou 6,85 milhões de toneladas, de acordo com dados preliminares publicados nesta sexta-feira, 12, pela Administração Geral de Alfândegas da China (Gacc, na sigla em inglês). Em termos de valores, as importações de soja totalizaram US$ 3,02 bilhões no mês. No acumulado do ano, as importações somaram 18,57 milhões de toneladas, perda de 10,8% em comparação com o volume do ano anterior, de 20,83 milhões de toneladas.Segundo a Gacc, a China importou 600 mil toneladas de óleos vegetais, baixa de 30% na comparação com março do ano passado, quando registrou volume de 857 mil toneladas. Em termos de valores, as compras em março somaram US$ 599 milhões. No primeiro trimestre de 2024, o volume importado foi de 1,809 milhão de toneladas, 19,2% a menos que um ano antes.As importações chinesas de carnes e miúdos totalizaram 578 mil toneladas, recuo de 11,5% ante igual período do ano passado, de 653 mil toneladas. Em valores, as importações em março somaram cerca de US$ 2 bilhões. De janeiro a março, o total importado foi de 1,679 milhão de toneladas, 13,9% a menos do que no primeiro trimestre de 2023.A China importou 1,307 milhão de toneladas de fertilizantes em março deste ano, alta de 22% na comparação anual, de acordo com dados da Gacc. Estas importações totalizaram US$ 436,8 milhões no período. No trimestre, o volume importado somou 4,169 milhões de toneladas, alta de 47% ante igual período de 2023.