Influenciadora é presa suspeita de integrar quadrilha de golpes em agências bancárias

A Polícia Civil de São Paulo prendeu quatro pessoas ligadas a um golpe financeiro que estava sendo aplicado em agências bancárias de todo o Estado. O grupo é acusado de aplicar o chamado "golpe da régua", uma ação que travava a tela de caixas eletrônicos após cartão e senha já terem sido inseridos por clientes.

A impossibilidade de seguir com a operação fazia as vítimas desistirem, então os criminosos retiravam a régua utilizada no mecanismo que parava a máquina e retomavam os trâmites para sacar valores.

Dois homens, de 29 e 54 anos, uma mulher de 41 foram presos na última terça-feira, 9. Além deles, uma influenciadora digital também foi detida por ligação com o golpe. Sabrina D’Avilla contava com mais de cem mil seguidores nas redes sociais, mas teve o perfil desativado após a prisão.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os mandados de busca e apreensão e de prisão temporária foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Suzano. Os policiais estiveram nos bairros Parque Alvorada, Vila Urupês e Parque Umuarama, todos em Suzano, onde prenderam a quadrilha.

Os presos agora irão responder por associação criminosa e furto qualificado por meio de fraude. O caso foi registrado pela Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes. A reportagem não conseguiu localizar os responsáveis pelas defesas dos suspeitos.