Lamborghini na Faria Lima: Polícia identifica suspeito de roubar relógio de R$ 200 mil

A Polícia Civil de São Paulo procura, neste domingo, 19, o homem que teve a moto atingida por uma Lamborghini após roubar um relógio avaliado em R$ 200 mil do condutor, no sábado, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, na capital. A frente do carro, que tem valor estimado em mais de R$ 2 milhões, e a moto ficaram destruídas. O suspeito reside em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, e usava uma moto registrada em nome de sua mãe, segundo a investigação.

Equipes da 3ª Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco) foram até os endereços dele e de familiares, em Taboão da Serra, mas não o encontraram. Há expectativa de que o suspeito se apresente, acompanhado de advogado, no 15º Distrito Policial, que investiga o roubo do relógio.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-SP), o autor do roubo foi identificado porque, após ter a moto atingida pela Lamborghini, fugiu correndo do local, deixando para trás, além da moto avariada pela colisão, o revólver calibre 32 usado no roubo, e um celular. Através do telefone móvel, os policiais identificaram o dono do equipamento, suspeito de ser o autor do crime. A investigação verificou também que a moto estava registrada no nome da mãe do suspeito.

O relógio, da marca Rolex, foi levado pelo autor do roubo. Conforme a SSP, os investigadores do 15.o D.P., para o qual a ocorrência foi encaminhada, estão mobilizados para esclarecer as circunstâncias do caso, recuperar o bem subtraído e deter o autor do crime. A pasta não informou se o suspeito registra antecedentes criminais. A identidade dele foi preservada para não prejudicar as investigações.

Como foi o roubo do Rolex na Faria Lima

O roubo do relógio de alto valor ocorreu por volta das 12 horas de sábado, na Faria Lima. A vítima, um empresário de 64 anos, trafegava com sua Lamborghini na companhia de um amigo, quando parou em um semáforo e foi abordado pelo suspeito armado, em uma motocicleta. O homem anunciou o assalto e tomou o relógio do condutor, fugindo na sequência.

Conforme o registro policial, a vítima tentou acompanhá-lo, mas acabou colidindo contra a moto do suspeito, no momento em que ele realizou uma conversão proibida. Ambos os veículos se chocaram com um poste de sustentação de um conjunto de semáforos, que ficou danificado. O suspeito continuou a fuga a pé.

A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar e registrada como roubo no 14.o Distrito Policial de Pinheiros. A vítima e a testemunha foram ouvidas e, em seu depoimento, o dono da Lamborghini disse que sua intenção era apenas acompanhar o ladrão na tentativa de recuperar o relógio. O acidente aconteceu, segundo ele, porque a moto fez uma manobra irregular, interceptando a frente do automóvel de luxo.

A reportagem não conseguiu contato com a defesa do suspeito até a publicação deste texto. O espaço segue aberto.