PRF encontra toneladas de maconha em fundo falso de carreta com donativos para flagelados

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na manhã desta terça, 21, na BR-101 em Palhoça (SC) um carregamento de toneladas de maconha escondidas no fundo falso de uma carreta que seguia com donativos para os flagelados do Rio Grande do Sul. A estimativa é de três a cinco mil quilos da droga.

É a segunda grande apreensão de drogas em menos de 72 horas ocultas em doações aos flagelados.

O caminhão interceptado nesta terça saiu de Toledo, no Paraná, com destino a Porto Alegre. Na carga havia água, alimentos, roupas e ração.

Os agentes da PRF descobriram o carregamento de maconha no fundo falso ocupando cerca de metade da capacidade do semirreboque.

Dentro do compartimento, os PRFs encontraram a maconha em tabletes.

O motorista, paranaense de 28 anos, disse que recebeu "pagamento extra", além do frete normal, para levar a carreta até a capital gaúcha. Ele alegou não saber que a carga adicional se tratava de maconha.

Foi levado à Polícia Federal em Florianópolis. Ele poderá ser processado por tráfico de drogas.

A PRF transferiu os donativos para outros veículos para seguirem viagem até o Rio Grande do Sul. A carga de maconha será retirada do fundo falso, pesada e levada à PF.

No sábado, dia 18, uma ação conjunta da PRF com a Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina localizou 53 quilos de cocaína e crack no oeste catarinense, em uma carreta que também seguia com doações para os desabrigados do Rio Grande do Sul.